Opinião

A indiferença com que a direita portuguesa encara o fenómeno Bolsonaro no Brasil só acrescenta credibilidade à necessidade de olhar para atores como Ventura com a atenção política devida.

Hoje, é precisamente nesse ponto em que encontram as negociações. Negoceia-se qual o momento até ao final da legislatura, em que o salário mínimo será aumentado dos atuais 580 para 600 euros.